Mostrando postagens com marcador enraizador. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador enraizador. Mostrar todas as postagens

segunda-feira, 29 de maio de 2017

COMO PRODUZIR O MELHOR ENRAIZADOR NATURAL DO MUNDO !





No segundo vídeo da nossa série sobre Reprodução vegetativa assexuada,
 mostramos a vocês como produzir um enraizador super natural de maneira 
fácil para nos auxiliar na produção de mudas.

sexta-feira, 12 de maio de 2017

Extrato pirolenhoso, ótimo adubo para orquídeas! Conheces?





Um resíduo da produção de carvão é reaproveitado em viveiros 
de mudas no município de Pareci Novo. 
O uso do extrato pirolenhoso já apresenta bons resultados a mais de 30 famílias, que 
contam agora com uma produção mais bonita, sadia e de rápido desenvolvimento. 
Isto melhorou a renda familiar e a qualidade de vida, por não usarem produtos químicos. 

Jornalista Taline Schneider
Cinegrafista Aldir Marins
Pareci Novo - RS

segunda-feira, 22 de julho de 2013

Enraizador de plantas caseiro


TIRIRICA USADA COMO ENRAIZADOR NATURAL PARA AUXILIAR NO ENRAIZAMENTO DE MUDAS DE ORQUÍDEA ARUNDINA


Tiririca

     A tiririca conhecida como planta daninha e combatida em todos os jardins surge como erva que promove o enraizamento de plantas reproduzidas a partir de estacas. Suas folhas e tubérculos são ricos em FITORMÔNIOS por este motivo pode ser usada como enraizador natural e em nosso caso em orquídeas terrestre da espécie Arundina graminifolia.
      Pertence à família Cyperaceae, e ao gêneo Cyperus, é uma planta de rápido desenvolvimento, sua raiz produz pequenos tubérculos de alto poder regenerativo. Tem um difícil controle com enorme capacidade de multiplicação.
Mudas de arundina 
 
     Preparo do enraizador:
     Lave os tubérculos com sabão neutro e água e bata no liquidificador ou em um pilão numa proporção de um para um, exemplo: 1 kg de tubérculo de tiririca para 1L de água de preferência filtrada ou fervida, e logo depois regue sua orquídea Arundina graminifolia. Depois de 5 dias repita o procedimento.
     Obs.: Não utilize este procedimento em outras espécies de orquídeas, pois poderá causar efeitos indesejáveis, como a queima das raízes e outros, devido a concentração do ácido indol acético (IAA).
     Este mesmo procedimento pode se utilizado para enraizamento de plantas ornamentais onde se utiliza a estaquia na produção de mudas.
You might also like: